h1

Como ser eterno

agosto, 29 - 2008

Diamantes são eternos. Pessoas são efêmeras. Você não gostaria de ser um diamante?

A empresa suíça Algordanza fabrica diamantes a partir das cinzas de pessoas falecidas. O processo envolve compressão de meio quilo de cinzas a altíssimas temperaturas, até que os átomos de carbono da pessoa que já se foi adquirem a forma cristalina de um diamante. A composição de cada pessoa é única, logo, a composição do diamante também será. No final, o diamante é polido, lapidado e aí é que entra a beleza da coisa: você pode transformar seu ente querido em uma jóia em forma de coração (ou no formato que preferir) e carregá-lo com você pelo resto da vida.

Diamante Algordanza 

Não vou mais querer virar purpurina, mudei de idéia…

Anúncios

4 comentários

  1. Porra, adorei isso!

    Não em formato de coração, muito brega, mas também quero virar um diamante.

    Não tô com muita pressa, mas gostei mesmo.


  2. Eu quero ser uma IA de diamante! 😀


  3. Eu já me contentaria em virar adubo, imagine diamante? Um luxo, menina!


  4. “Não vou mais querer virar purpurina… Mudei de idéia” +1

    Pelo menos ao pó não voltarei *-*



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: