h1

Uma questão de sorte?

abril, 17 - 2009

infinity

“a grande maioria das pessoas que poderiam ser criadas pela loteria combinatória do DNA na realidade jamais nascerá. Para nós, sortudos, que estamos aqui, descrevi a brevidade relativa da vida imaginando uma luzinha de laser avançando ao longo de uma enorme linha do tempo. Tudo o que há antes ou depois da luzinha está mergulhado na escuridão do passado morto ou na escuridão do futuro desconhecido. Somos incrivelmente sortudos de estar sob a luz. Por mais curto que seja nosso tempo sob o sol, se desperdiçarmos um segundo dele, ou reclamarmos que é tedioso ou estéril ou chato (como uma criança), isso não poderá ser visto como um insulto insensível para os trilhões de não-nascidos que jamais terão a chance de receber a vida?”

                                                     Richard Dawkins, Deus – Um Delírio

Anúncios

7 comentários

  1. Essa foto está demais! 🙂
    Hum, me empresta depois esse livro do Dawkins? É verdade que não podemos desperdiçar o nosso tempo de vida, mas quantos não se dão conta?


  2. Dawkins descrevia a historia da vida como um “Rio de DNA”, mas essa visão não deterministica da vida incomoda muita gente, pois se não há meta, não há sentido… claro que não é isso, pode nao haver meta mas o sentido é nos que damos…

    linkei o seu incrivel conto, sobre o incrivel congresso de astrobio…

    abração


  3. Eu sinto uma saudaaaade do tempo em que eu reclamava de tédio ^^ Baci.


  4. O Richard Dawkins é um cara polêmico e algumas de suas ideias são bem criticáveis. Considero de grande importância o trabalho dos caçadores de mitos, só que há os simpáticos e esclarecedores (Carl Sagan, Stephen Hawking) e os antipáticos e condenadores (Richard Dawkins, Francis Crick).

    Mas admito que Dawkins tem um potencial de escancarar consciências bem grande quando põe em palavras pensamentos como essa acima mencionado.


  5. Richard Dawkins é uma besta.


  6. E tem gente que ainda acha que ateus são ateus por serem incapazes de enxergar a beleza da criação. 😛


  7. […] Como fã e amigo de Douglas Adams (autor do Guia do Mochileiro das Galáxias), Dawkins tem tiradas óóótimas! Dei boas risadas com o sarro que ele tira da mitologia católica. A sua discussão é muito pertinente e ele sabe expor pensamentos interessantes, como aquele que citei num tópico anterior. […]



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: