h1

Imortais de araque

setembro, 3 - 2009

 Já ouviu falar naquele livro: “Brasil, o país do oportunismo“?

 A Academia Brasileira de Letras se compõe de 39 membros e 1 morto rotativo.

 Millôr Fernandes

sarney

José Sarney

Ex-presidente da república (1985-1990), atual presidente do Senado Federal

Eleito para a Academia Brasileira de Letras em 1980 (atualmente, o seu membro mais antigo). Também é membro da Academia Maranhense de Letras, da Academia Brasiliense de Letras e da Academia das Ciências de Lisboa.

Livros publicados:

A Canção Inicial. Poesia. São Luís: Afluente, 1952.
Norte das Águas. Contos. São Paulo: Martins Editora, 1969. 2.ª ed. Com estudo de Josué Montello, Léo Gilson Ribeiro e Luci Teixeira. Rio de Janeiro: Artenova, 1980. 3.ª ed. Lisboa, Ed. Livros do Brasil, 1980. 4.ª ed. Rio de Janeiro: Editora José Olympio, 1993. 5.ª ed. São Paulo: Ed. Siciliano, 2001. 6.ª ed. São Paulo: Ed. Siciliano, 2003.
Marimbondos de Fogo. Poesia. Rio de Janeiro: Artenova, 1978. 2.ª ed., Lisboa: Bertrand, 1986. 3.ª ed., Rio de Janeiro: Alhambra, 1987. 4.ª Ed. São Paulo: Siciliano, 2002.
10 Contos Escolhidos. Brasília: Editora Horizonte, 1985.
Brejal dos Guajas e Outras Histórias. Rio de Janeiro: Editora Alhambra, 1985.
O Dono do Mar. Romance. São Paulo: Siciliano, 1995. 2.ª a 11.ª edição. São Paulo: Ed. Siciliano, 1996 a 2005.
Sexta-feira, Folha. São Paulo: Siciliano, 1994.
A Onda Liberal na Hora da Verdade. São Paulo: Siciliano, 1999.
Saraminda. Romance. São Paulo: Siciliano, 2000. Edição fixada. São Paulo: Ed. Siciliano, 2005.
Saudades Mortas. Poesia. São Paulo: Editora ARX, 2002.
Canto de Página – Notas de um Brasileiro Atento.  São Paulo: Ed. ARX, 2002.
Crônicas do Brasil Contemporâneo. São Paulo: A Girafa, 2004. 2 vols.
Tempo de Pacotinha. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras, 2004. (Coleção Austregésilo de Athayde, v.20)

marco_maciel

Marco Maciel

Vice-presidente da república no mandato de Fernando Henrique Cardoso (1994-1998)

Eleito em 1991 para a Academia Pernambucana de Letras e em 2003 para a Academia Brasileira de Letras (ocupando a cadeira que foi de Roberto Marinho).

Livros (?) publicados:

Vocação e Compromisso.
Importância da Educação para a Realização Democrática
. Brasília: s.n., 1983. (Ação Parlamentar)
Participação do Congresso na Política Externa. Brasília: s.n., 1983.
Importância do Mar e Presença na Antártica. Brasília: s.n., 1983. (Ação Parlamentar)
Subsídios para uma Política Cultural. Brasília; s.n., 1983. (Ação Parlamentar)
Grupos de Pressão e Lobby: Importância de Sua Regulamentação. Brasília: s.n., 1984. (Ação Parlamentar)
Democracia Racial e Lei Afonso Arinos. Brasília: s.n. 1984. (Ação Parlamentar)
Trabalho e Sindicalismo. Brasília: s.n., 1984. (Ação Parlamentar)
Movimento Estudantil e Reforma Universitária. Brasília: Ministério da Educação, 1985.
Educação e Constituinte. Brasília: Ministério da Educação, 1985.
Educação e Liberalismo. Rio de Janeiro: José Olympio, 1987.
Liberalismo e Justiça Social. Brasília: Senado Federal, 1987.
Idéias Liberais e Realidade Brasileira. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1989.
Missão da Universidade. Brasília: Senado Federal, 1990.
O Mar de 200 Milhas e o Desenvolvimento Nacional.
Nordeste: o Semi-Árido. Brasília: s.n. 1983. (Ação Parlamentar)
Um Conceito de Direito Internacional.
Letras & Política: posse na Academia Pernambucana de Letras. Brasília: Centro Gráfico do Senado Federal, 1992.
Presidencialismo: Por que Mudar? Brasília: Senado Federal, 1993.
Democracia e Brasilidade. Brasília: s.n., 1995.
Pacto pela Educação. Brasília: s.n., 1996.
O Poder Legislativo e os Partidos Políticos do Brasil.
Pobreza e Desigualdade. Brasília: s.n., [2000?]
Avanço Digital e Hiato Social.
A Integração Racial no Brasil.
O Brasil e o Desafio da Globalização.
Brasil: século XXI. Discurso de retorno ao Senado Federal, proferido em 26.03.2003. Brasília: Senado Federal, 2003.
Bicentenário da Independência. Brasília: Senado Federal, 2004.
Reformas e Governabilidade. Brasília: Senado Federal, 2004.
Escreve artigos para jornais e revistas nacionais, especialmente sobre questões institucionais e relativas às reformas políticas.

IvoPitanguy05

Ivo Pitanguy

Cirurgião plástico

Eleito para a Academia Brasileira de Letras em 1990.

Livros publicados: 

Mamaplastias. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1976.
Plastische Eingriffe and der Ohrmuschel. Stuttgart: Springer Thieme Verlag, 1976.
Aesthetic Surgery of the Head and Body. Heidelberg: Springer Thieme Verlag, 1981. Premiado como o melhor livro científico do ano, na Feira Internacional do Livro de Frankfurt, 1981.
Plastic Operations of the Auricle. New York: Springer Thieme Verlag, 1982.
Les Chemins de la Beauté. Paris: Editions J.C. Lattés, 1983.
Paraty. São Paulo: Gráfica Editora Hamburg, 1983.
El Arte de la Belleza. Barcelona: Ediciones Grijalbo, 1984.
Le Vie della Belezza. Milão: Rizzoli Editore, 1984.
Direito à Beleza. Rio de Janeiro: Editora Record, 1984.
Angra dos Reis – Baía dos Reis Magos. São Paulo: Marprint Ind. Gráfica, 1986.
O Destino. Rio de Janeiro: Terceira Margem Editora, 1988.
Um Jeito de Ver o Rio. Texto de Ivo Pitanguy. Fotografias de Pedro Henrique. Projeto Gráfico de Ziraldo. Rio de Janeiro, 1991.
Atlas de Cirurgia Palpebral. Rio de Janeiro: Colina/Revinter, 1994.
Aprendendo com a Vida. São Paulo: Best Seller, 1993. Tradução italiana: Imparando con la vita. Milano, Mediamix, 1996.
Chirurgia Estetica – Estrategie Preoperatoria – Tecniche Chirurgiche. 2 vols. Torino: UTET, 1997.
Cirurgia Estetica – Estrategia Preoperatoria – Técnicas Quirurgicas – Cara y Cuerpo. Caracas: Actualidades Medico Odontológicas Latinoamerica, 1999.
Rhinoplasties. Em pareceria com Yves Saband e Frédéric Braccini. Nice, 2003.
Ivo Pitanguy. Organizado por Luiz Carlos Lisboa. Rio de Janeiro: Editora Rio, 2003. Coleção Gente.

200px-Fernando_Collor_sorrindo

Fernando Collor de Mello

Ex-presidente da república (1990-1992), atual presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado Federal

Acaba de ser eleito para a Academia Alagoana de Letras

Livros publicados: nenhum.

Vou dormir tranquila hoje, a literatura brasileira está em boas mãos.

Anúncios

6 comentários

  1. Estou para conhecer ainda alguém que tenha lido algum livro desses imortais aí… E o Collor, hein? Bem que podia ter um critério de ter ido no mínimo um livro publicado, pô! =/


  2. Cris,
    apesar do Pitanguy não ter livro publicado que o indicasse para a ABL, ele não mereceria estar apresentando com o mesmo destaque dos padrastos da pátria apresentados acima.
    O Pitanguy faz cirurgias corretivas gratuitamente no Hospital da Beneficiencia Portuguesa aqui no Rio, atendendo pessoas de baixa renda. Ao contrário dos cavalheiros de dúbia fama que o acompanham, ele faz alguma coisa útil para o público em geral.


  3. A ABL é um grupo de Senhorzinhos e Senhorazinhas que se reúnem para tomar chá todas as quintas-feira aqui no Rio.

    E só.

    E usam aquelas uniformes de porteiro v2.0, que o Pitanguy deve ter pago do bolso dele (R$ 40.000,00).

    Já o Collor, Sarney e Maciel botaram a mão no nosso bolso, com certeza.

    Bjs


  4. Collor vai lançar um livro – ‘Eu sai com aquilo roxo’ sobre a vida dele.Sobre o Sarney, tive um professor que gostava de poesia e leu marimbondos de fogo na época do plano cruzado, cruzeta , cruz-credo, qualquer coisa assim, e ria muito (até hoje não sei do que).Sobre a ABL, um livro foi lançado dizendo como entrar lá – As Excelencias ou como entrar para a academia – se não me engano era do Euclides Figueiredo e apoio Mauricio de Souza como futuro menbro da gloriosa ABL.


  5. Ops – é guilherme figueiredo e nao euclides…..



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: