h1

A primeira foto do bebê

janeiro, 7 - 2010

“Aspectos afetivos e cognitivos da homofobia no contexto brasileiro – Um estudo psicofisiológico.”

Cristina Lasaitis, 2009 – Mestrado

Aí está a síntese dos meus esforços de 2009: três anos de experimentos, dois artigos publicados, centenas de voluntários analisados, muitos contos que não escrevi, as unhas roídas e uns 10 quilos de café extra-forte. O parto foi difícil e o rebento é pesado e lindo! Tem 182 folhas, capa bordô e letrinhas prateadas.

Minha sensação agora, passado tudo é… NÃO QUERO VER TESE POR UM BOM TEMPO!

Quer dizer, até o doutorado, que talvez comece este ano.

Eu diria que a pós-graduação é um delicioso (e insano) meio de vida – não um fim, um meio mesmo. Um estilo de vida que enlouquece mas que pode lhe dar bastante liberdade de movimento e de criação, o que é bom quando é exatamente isso que você deseja.

Minha tese deverá estar disponível no banco de teses da CAPES dentro de dois anos. Demora tudo isso porque os resultados do estudo ainda tem que ser publicados.

Agradeço a todas as pessoas que me ajudaram nessa empreitada, não seria possível sem a mãozinha de muita gente que acreditou, investiu e participou desse trabalho, que teve uma importância imensurável na minha vida.

E vamos pra próxima!

Anúncios

23 comentários

  1. Sou um dos brasileiros funcionais, mas tenho opinião…rs. Li o seu conto de FC, o incrível congresso de astrobiologia, amei, sinceramente…seu texto é maravilhoso e me fez viajar nas letras, emoções e pensamentos. Parabéns por essa etapa que vc venceu, desejo que tudo avance conforme o correto. Um abraço e sucesso!!!!!!!!!


    • Que legal, Marcos, obrigada!
      Abraços


  2. Hey, meus parabéns por mais uma etapa cumprida!


    • Obrigada, Gi


  3. Parabens Cris!
    Rumo ao doutorado agora né? hehe


    • Pois é, Cassio. Mas só no segundo semestre.
      Valeu!


  4. Obrigada pelo bombom. 😉


    • De nada 🙂


  5. E soam as trombetas… ALELUUUIA! AAAALELUIA! ALEULIA, ALELUIA, ALEEEEEEE-LUIAAAAAAA!
    Parabéns (por enquanto, dps quero ler o que saiu desse bicho, é claro!). E até o próximo café.


    • Vou transformar em um artigo legível, prometo.

      Beijos e, sim, café!


  6. Parabéns Cristie, como antropólogo, me parece uma interessante tese. Apropriada capa bordô;)

    Sorte na vertiginosa carreira acadêmica.


    • Obrigada, D!
      Eu ainda estou tentando fugir da vida acadêmica. Mas ela me ama.


  7. Realmente, fico agora sem palavras para descrever o sentimento que me transpassa olhando para esse belíssimo tomo que coroa tantos esforços e tantas canseiras.

    Parabéns e que esse seja apenas o primeiro passo no caminho da realização de todos os seus sonhos.

    Um beijo,


    • Obrigada, Jorge!
      Beijo


  8. Fiquei feliz por você!!!! Beijão e parabéns!!!


    • Valeu, Helder!
      Beijos


  9. Só vi agora que teu rebento finalmente viu a luz e saiu do limbo da “immateria”, mas já que “fardo mas não talho” acho que posso te parabenizar mesmo atrasado.

    Toma conscientemente uma respiração lá do fundo dos desvãos da alma, se desintoxica dos formalismos um pouco, e faz umas coisas pra agora que você realmente goste ou ache que estavam pendentes, porque se começar a etapa seguinte (mesmo se for só no segundo semestre) você sabe que vai demorar mais uns quatro anos pra conseguir dar maiores atenções ao mundo exterior.

    Tenho a impressão de que os que te conhecem já deviam intuir que você não ia deixar esta tua meta sem fechar. Meus parabéns mesmo assim e espero que continue contribuindo com o que você tem de melhor mesmo para aqueles de nós mais insapientes das relevantes coisas que te interessam.


  10. Obrigada, Ricardo.
    De verdade, agora eu estou muito a fim de me dedicar a projetos que ficaram pendentes. O problema é que falta a tranquilidade necessária para tal, uma vez que, terminada a bolsa, preciso procurar uma fonte de renda e me estabilizar em outra rotina. Nada é perfeito.


  11. Oi Cris,
    eu sou aluno de doutorado. Eu gostaria de saber quais foram as conclusões de seu trabalho.

    Você sabia que existe o temor de que se utilizem desses resultados para justificar, ou amenizar, comportamento homofóbico agressivo e/ou assassino?


    • Oi Gu, tudo bem?
      Foram muitas as conclusões do estudo, e é difícil transmiti-las num espaço curto sem fazer aproximações grosseiras. Infelizmente, os dados por enquanto só estão na minha tese (e creio que ainda não foi publicada no banco de teses da CAPES, pois ainda falta o artigo). Desculpe pela não disponibilidade dessas informações, e peço que tenha um pouco de paciência até que o artigo esteja pronto.

      Como eu disse, quando se dispõe de pouco espaço para divulgar um conteúdo que é extenso e complexo, acabam saindo aproximações grosseiras, e essa é uma falha comum da mídia.
      A conclusão de que a “homofobia é um comportamento defensivo” é uma simplificação de uma simplificação, e que infelizmente pode induzir falsos entendimentos. Eu tentei ao máximo controlar o texto enviado pela assessoria de imprensa, mas o espaço muito limitado não permitia discussões aprofundadas, e isso é decepcionante, com certeza.
      Só o artigo acadêmico vai botar os pingos nos is, por isso reitero as desculpas e peço que tenha um pouco de paciência.

      Abraços
      Cristina


      • Oi Cris, obrigado por responder. Eu concordo plenamente quando diz que não se tem controle sobre o que a midia vai interpretar dos resultados. Eu tento defender os trabalhos através da leitura do artigo original. Por isso pedi que me mostrasse os resultados, para que eu pudesse ajudar as pessoas a interpretá-lo melhor. Muitas vezes a midia utiliza de partes da discussão, como se fossem uma conclusão definitiva. Aguardo a publicação de seu trabalho. Abço.


  12. Cris Lasaitis,
    Eu gostaria de ler sua tese, não encontrei na Scielo nem nada para baixar me pdf.
    Apenas vi na Fadesp, mas não consigo fazer download.

    Aguardo contato,


    • Oi Bruna!
      Me passa o seu e-mail que eu envio o pdf da tese pra você!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: