Posts Tagged ‘blá blá blá’

h1

Eu vejo nuvens

fevereiro, 5 - 2010

Diretamente do baú das inutilidades que divertem, com vocês o Wordlet – um gerador de nuvens de palavras online e grátisware.

Funciona assim: você joga um texto (sua monografia, livro, curriculum, whatever) ou um endereço virtual (seu blogue) e ele gera automaticamente uma nuvem das palavras mais recorrentes, podendo usar vários recursos de edição até obter um resultado bem estético da sua rede semântica pessoal.

Dá uma olhada:

Meu livro, Fábulas do Tempo e da Eternidade.

Minha tese de mestrado.

Meu blogue.

Have fun!

h1

Vergonha alheia

janeiro, 10 - 2010

Se você achava George W. Bush o joão-bobo supremo da política americana, talvez mude de opinião ao ver este documentário resgatado dum obscuro arquivo televisivo dos anos 70, estrelado por ninguém menos que o governator da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, desbravando a selva de um país mui pitoresco…

Quem não viu, morra-se de rir. Ou de vergonha alheia.

Essa foi dica da Francine.

Muito amorrr e bunda pra todos vocêas!

h1

Devaneios

dezembro, 19 - 2009

Não vou cogitar que estou de saco cheio (e quem não?) e louca de vontade de decretar minhas férias, que vão ser na praia (Grande), com direito a congestionamento, praia lotada, trilha sonora ruim e – será? – falta d’água. Mas não, não estou reclamando!

Pra ir me preparando e inspirar vocês, resolvi postar essas fotos do Slim Aarons. Conhece? Não. Ele foi um fotógrafo americano especializado em bon-vivantismo, fotografava attractive people doing attractive things in attractive places. Traduzindo: gente feia fazendo coisas chatas em lugares horríveis, como vocês vão ver abaixo.

Desculpa, eu não queria deixar ninguém com inveja.

Infelizmente, para usufruir de certas coisas, a gente tem que se prestar ao cansativo trabalho de ficar rica. Por isso, nessas férias estou pensando em aderir a um outro tipo de literatura:

Ou quem sabe esta:

Ou esta?

Quem sabe escrever auto-ajuda não seria uma boa aposta? Meu próximo livro deve se chamar “Soluções Mágicas Para a Sua Vida” ou “Seja Feliz, Rico, Imortal e Influencie Pessoas”. Espero vender milhões e abrir um resort em Dubai.

Tudo bem, este não foi um post sério.

Eu só queria mesmo desejar um Feliz Natal, boas festas e blá blá blá!

h1

Science Fiction in action

setembro, 11 - 2009

Momento digestivo do dia. Já comeu hoje?

Vi no blog do Warren Ellis, mas deu na Discovery:

Um raro parasita que se abriga dentro do peixe hospedeiro antes de comer sua língua e substituí-la por ele mesmo foi encontrado na costa de Jersey.

Olha que meigo o bichinho:

bicho

Na dúvida, coma de boca fechada.

h1

OH YEAH!!

agosto, 7 - 2009
h1

Achismo jornalístico

julho, 3 - 2009

Com a morte do tiozinho-que-anda-pra-trás na semana passada, aconteceu o milagre d’eu assistir a mais noticiários de TV do que não costuma acontecer em um ano inteiro (leia-se: muito pouco).

Me pareceu incrível o número de horas que os programas conseguem segurar a audiência com um mínimo de informação relevante, aproveitando somente o impacto da notícia.

Pensando numa equação de “informação/tempo gasto”, o custo-benefício é ínfimo. E a gente assiste mesmo assim! Como pode???

Lembro de estar acompanhando o jornal do SBT no dia que Mr. Jackson morreu, no momento em que foi ao ar uma super-reportagem exclusiva ao vivo da correspondente em Los Angeles em frente ao casarão do rei-do-pop:

O âncora diz:

– E quais são as últimas notícias?

– Estamos em frente à casa do astro, os fãs começam a chegar, e blá blá blá blá (= nenhuma novidade).

– E quais são os próximos passos?

– Ainda nenhuma informação do que será feito, blá blá blá (= nenhuma novidade)

– E já há uma data para o funeral?

– Não, ainda não há nenhuma informação sobre a data, blá blá blá blá (= nenhuma novidade)

– Fulana, o que você ACHA que vai acontecer a partir de agora? (hein, ouvi direito??)

– É, eu acho que… (ELA ACHA????!!)

Aí eu pensei bem e achei que era hora de desligar a TV.

a-morte-de-nao-se-sabe-quem

E finalmente lembro porque odeio assistir televisão.

h1

To tweet or not to tweet

junho, 11 - 2009

Existem 2 tipos de pessoas: aquelas que não usam twitter e aquelas que sabem que você comeu picles com batata frita no café-da-manhã, que está saudades do seu hamster e acabou de comprar uma cueca do Bob Esponja na promoção.

                                     Tao Chen Xing – sábio chinês

 

I choose:

twitter-bird [   ] To tweet       

noto[X] Not to tweet

O passarinho até que é bonitinho, mas eu realmente não sinto o menor interesse em saber que parte as pessoas estão coçando neste exato momento.

Será que sou normal?