Posts Tagged ‘humor’

h1

Anedotas Literárias

março, 4 - 2014

Escritor é aquele sujeito que só peida no elevador sob pseudônimo.

* * *

Qual a diferença entre um editor e um ornitorrinco? O ornitorrinco, pelo menos, tem seu charme.

* * *

Dizem que é impossível viver de literatura no Brasil. Mentira. Os cupins lá de casa só vivem de literatura!

* * *

Outro dia encontrei uma livraria tão obcecada por organização que colocava o Kama Sutra na prateleira dos livros didáticos.

* * *

Esses dias me perguntaram: “por que você não manda e-mail pro Edgar Allan Poe pedindo um autógrafo?” Aí eu olhei bem para aquela pessoa e disse: “Nunca mais!”.

* * *

Uma amiga minha namorava um crítico literário. Depois do sexo ela perguntava: “foi bom pra você?”, e ele respondia com uma resenha.

* * *

Era uma festa de escritores, e todos estavam felizes… Até que chegaram os editores, aí a festa acabou.

* * *

Um amigo me contou que o gato dele usou meu livro como banheiro. Nunca recebi uma crítica tão contundente!

* * *

Até onde pode ir o eu-lírico? O meu, por exemplo, tem CPF, RG e conta no banco, mas conheço alguns que já tiveram que fazer teste de DNA.

* * *

Não, isso aqui não tem copyright, mas se você plagiar mando meu ghost writer puxar seu pé de noite!

Anúncios
h1

Pessoa desaparecida

dezembro, 22 - 2010

Tenho um amigo que está maluco atrás de uma pessoa, não custa dar uma forcinha. Quem puder ajudar a divulgar esse anúncio vai prestar uma grande ajuda ao rapaz.

Procuro pessoa desaparecida e nunca encontrada. Busco rapaz branco, de olhos negros, perfil grego, cabelos castanhos cacheados na altura do pescoço, com 1,70m e 61 Kg, cerca de 19 anos e voz de tenor. Se você corresponde à essa descrição, favor verificar a fotografia em anexo para saber se você é parecido comigo. Caso seja, favor escrever para narciso@espelhoteca.com.gr ou ligar para (ΛΦ) ΛΣΠ-ΟΓΨΩ e deixar recado na minha caixa postal. Mas só se você for MUITO PARECIDO comigo!

h1

Classificados

dezembro, 22 - 2010

Ajudando um amigo a procurar emprego. Quem souber de algum lugar que esteja precisando, por favor, avisar o moço.

Procuro vaga de herói. Semideus júnior com MBA em manejo de monstros pela Universidade Monte Olimpo. Extermino leões e hidras, espanto monstros alados, caço corça fujona e javali bravo, domestico touros selvagens, arranco cinto de amazona, limpo curral, faço colheita de pomo de ouro, levo cérbero pra passear. Experiência comprovada em neutralizar gigantes! Favor mandar e-mail para hercules@monteolimpo.gr ou ligar para (ΞΔ) ΩΨΞ-ΣΛΦΦ e deixar recado com Dejanira.

h1

Vergonha alheia

janeiro, 10 - 2010

Se você achava George W. Bush o joão-bobo supremo da política americana, talvez mude de opinião ao ver este documentário resgatado dum obscuro arquivo televisivo dos anos 70, estrelado por ninguém menos que o governator da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, desbravando a selva de um país mui pitoresco…

Quem não viu, morra-se de rir. Ou de vergonha alheia.

Essa foi dica da Francine.

Muito amorrr e bunda pra todos vocêas!

h1

Extra! Extra! Quadrinhos e tirinhas

novembro, 11 - 2009

Pra quem gosta de saborear petiscos de humor, listo aqui os meus preferidos.

seemikedraw2

Começando pelo site de tirinhas mais hilárias (e maldosas) da internet: See Mike Draw é imperdível! Já vou avisando:  CUIDADO, se você clicar é bem capaz de perder (ou ganhar) uma hora de risadas incontroláveis! Só vendo pra entender.

passarinhos

Hector e Afonso são as estrelas ultrafofas das tirinhas Os Passarinhos, criação do cartunista Estevão Ribeiro. Hector é um passarinho escritor (e, como é de esperar, sonhador) e Afonso é um passarinho mais pé-no-chão (ou no galho?), e juntos eles têm diálogos bastante filosóficos. Destaque para as homenagens especiais a passarinhos famosos do mundo dos quadrinhos, como Piu Gaiman e Alan Úuuu.

phd2

As tirinhas PhD Comics, do Jorge Cham, fazem um raio-x bem humorado do bizarro mundo dos estudantes de pós-graduação e seus orientadores. Quem habita esse universo ou já passou por ele certamente vai se identificar, e quem não conhece vai ter a oportunidade de descobrir as leis estranhas governam o mundo acadêmico, com seus orientadores-ninja, alunos sonolentos e teses-papão.

darryl2

Mais informativo do que propriamente divertido, Psychiatric Tales (dica da Giseli) é a HQ online da autoria de Darryl Cunningham, que fala de maneira bastante didática sobre as doenças mentais mais recorrentes e conta a história de pacientes que o próprio Darryl conheceu durante o período em que trabalhava em um hospital psiquiátrico. Os capítulos são: demência, preconceito contra doença mental, automutilação e delírios, antissociais, depressãocomportamento autodestrutivo, doença mental e habilidades especiais, esquizofreniatranstorno bipolar, suicidas e a história do autor.

Divirtam-se! 😉

h1

Achismo jornalístico

julho, 3 - 2009

Com a morte do tiozinho-que-anda-pra-trás na semana passada, aconteceu o milagre d’eu assistir a mais noticiários de TV do que não costuma acontecer em um ano inteiro (leia-se: muito pouco).

Me pareceu incrível o número de horas que os programas conseguem segurar a audiência com um mínimo de informação relevante, aproveitando somente o impacto da notícia.

Pensando numa equação de “informação/tempo gasto”, o custo-benefício é ínfimo. E a gente assiste mesmo assim! Como pode???

Lembro de estar acompanhando o jornal do SBT no dia que Mr. Jackson morreu, no momento em que foi ao ar uma super-reportagem exclusiva ao vivo da correspondente em Los Angeles em frente ao casarão do rei-do-pop:

O âncora diz:

– E quais são as últimas notícias?

– Estamos em frente à casa do astro, os fãs começam a chegar, e blá blá blá blá (= nenhuma novidade).

– E quais são os próximos passos?

– Ainda nenhuma informação do que será feito, blá blá blá (= nenhuma novidade)

– E já há uma data para o funeral?

– Não, ainda não há nenhuma informação sobre a data, blá blá blá blá (= nenhuma novidade)

– Fulana, o que você ACHA que vai acontecer a partir de agora? (hein, ouvi direito??)

– É, eu acho que… (ELA ACHA????!!)

Aí eu pensei bem e achei que era hora de desligar a TV.

a-morte-de-nao-se-sabe-quem

E finalmente lembro porque odeio assistir televisão.

h1

To tweet or not to tweet

junho, 11 - 2009

Existem 2 tipos de pessoas: aquelas que não usam twitter e aquelas que sabem que você comeu picles com batata frita no café-da-manhã, que está saudades do seu hamster e acabou de comprar uma cueca do Bob Esponja na promoção.

                                     Tao Chen Xing – sábio chinês

 

I choose:

twitter-bird [   ] To tweet       

noto[X] Not to tweet

O passarinho até que é bonitinho, mas eu realmente não sinto o menor interesse em saber que parte as pessoas estão coçando neste exato momento.

Será que sou normal?