Posts Tagged ‘voto’

h1

Em quem vou votar no 2º turno

outubro, 4 - 2010

Ainda é cedo, e até dia 31 tudo pode acontecer. Mas acho que já sei qual vai ser minha decisão. Neste 2º turno acabou-se minha pseudoneutralidade suíça. Queria muito eleger uma mulher presidente do Brasil, que parece durona e capaz, o problema? O problema é que você compra o cachorro e leva de brinde os carrapatos!

O problema é o partido, velho!

Eu não vou votar em nenhum candidato. Vou votar é contra o Zé Dirceu, contra o Palocci, contra o Genoíno. Vou votar contra os mensaleiros. Vou votar contra “o cara” que, apesar da maior aprovação popular da história (e dada a volatilidade dos números nas pesquisas desta eleição, até disso tenho dúvidas), faz média com ditadores como o Hugo Chávez e o Ahmadinejad!

No mais, comportem-se no próximo dia 31 de outubro, crianças. Quem se vestir de bruxa neste Halloween pode ser acusado de fazer boca de urna pra Dilma. E quem se vestir de vampiro ou zumbi, de fazer boca de urna pro Serra! Guardem as fantasias pra de noite, depois da votação.

E boa ressaca eleitoral pra todos nós!

h1

Em quem vou votar

setembro, 29 - 2010

Alguns meses atrás eu tinha prometido não voltar a falar de política neste blog. Mas é que não dá!! Voltei da viagem para encontrar a eleição mais baixo nível que esperava ver na vida (ou será que sou que fiquei exigente demais?). Tiririca disparado em primeiro lugar para deputado federal??! Netinho para senador??! Esse é o tipo de notícia que me dá vontade de refazer as malas e ir embora pra Austrália! Estou profundissimamente decepcionada com minha falta de opções, e vou fazer bom uso deste canal de comunicação pessoal para deixar claro o meu protesto.

E já que o voto é meu para quem eu quiser mostrar, deixo minhas escolhas comentadas aqui, para quem quiser saber:

Presidente

Não vou votar na Dilma, não somente pelo recente escândalo da Berenice Guerra na Casa Civil, não somente por ter Michel Temer como vice, não somente porque não gosto do discurso assistencialista muito conveniente (e eleitoreiro) do PT, mas por vê-la como mero fantoche do partido, que já se dá ao devaneio (e cara de pau) de dividir cargos antes de ganhar a eleição.

Não vou votar no Serra, em primeiro lugar por aceitar este tipo de apoio político que já vem de outras eleições, se não com o mesmo candidato, com a mesma retórica. Segundo, por falar muito em aumentos, bolsas e expansões assistencialistas, com propostas de aumento do salário mínimo para R$600, aumento de 10% na aposentadoria, 13º salário do bolsa família, criação do bolsa adolescente, “erradicação da pobreza” (tá!), mas o que eu gostaria mesmo era ver a viabilidade dessas promessas.

Não vou votar na Marina. Até que ela tem propostas razoáveis, e merece aplausos por ser a única candidata a presidente com uma política clara voltada para o meio-ambiente. Mas… eita cabecinha! Marina, eu até te perdoaria por ser evangélica, mas por concordar com o ensino do criacionismo não dá! E é muito fácil quando um assunto polêmico como o aborto ou a união civil lhe cai nas mãos se livrar logo da batata quente propondo um “plebiscito”, e assim disfarçar que é conservadora ao mesmo tempo em que posa de democrática. Democrática uma banana! Quero ver se proporia um plebiscito se não tivesse certeza de que o povo brasileiro em massa compartilha da sua mesma opinião. Não consigo enxergar democracia em deixar que uma maioria de cidadãos decida por direitos de minorias. Valeu pela tentativa, Marina, mas não dá!

*Post-scriptum: e não é que, desertada do apoio dos evangélicos, Marina resolveu mudar o discurso para posar de candidata liberal? Ao mesmo tempo em que Dilma muda claramente o discurso sobre a legalização do aborto para se dobrar à vontade da bancada evangélica. Ah, as eleições e suas idiossincrasias!

Não vou votar no Plínio, que é o paradoxo em pessoa.

Não vou votar em nenhum dos outros candidatos.

Resumo da ópera: voto nulo.

Governador

Voto no Geraldo Alckmin, em quem vejo poucas probabilidades de me dar más surpresas.

Senador

Voto no Ricardo Young, do PV, por ter um curriculum que me orgulharia muito de que fosse de um presidente do Brasil.

Voto no Aloysio Nunes, do PSDB, pelo histórico de atuação contra impostos abusivos e principalmente por trabalhar em favor da cultura.

Deputado Federal

Eu ia votar no Fernando Alcântara, do PSB, mas nesta última hora soube que o Protógenes Queiroz está candidato a deputado federal pelo PCdoB e, levando em consideração que ele prendeu vagabundos de altíssimo quilate (Maluf, Pitta, Law King Chong, Daniel Dantas), razão pela qual foi perseguido, investigado, sacaneado e, por fim, afastado da PF, eu muito que vou dar um voto de confiança pra esse cara! Pena que se for eleito ele não vai pra Brasília com poder de polícia, mas espero que faça um bom serviço ajudando a desinfetar as cadeiras da Câmara dos Deputados daqueles vermes que roem o dinheiro público no Brasil.

Deputado Estadual

Voto no Carlos Giannazi, do PSOL. Candidato da capital paulista, ele tem como carro chefe da campanha a educação pública, foi pivô da expansão da Unifesp (com a criação do campus Santo Amaro), tem projetos para a área da cultura, além de ter discursado na câmara de SP em favor da criminalização da homofobia.